Notícias

Jornalistas pedem vacina para quem está na cobertura diária da pandemia

Representantes do Sindicato dos Jornalistas de Juiz de Fora se reuniram, na manhã desta quinta-feira, dia 10 de junho, com a secretária de Saúde do município, Ana Pimentel, para reivindicar a inclusão da categoria nos grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19. A titular da pasta foi receptiva às reivindicações dos profissionais e se comprometeu a consultar a Procuradoria Geral do Município (PGM) e o Governo do Estado a respeito da solicitação.

 

Os diretores do sindicato Maycon Chagas e Leonardo Costa, além da jornalista Marise Baesso, apresentaram os riscos a que os profissionais estão expostos no dia a dia da cobertura, relembraram casos de colegas acometidos pela doença e destacaram a insegurança diária para o trabalho fora das redações. “Reconheço que os jornalistas têm um trabalho essencial”, afirmou a secretária, ressaltando, porém, haver trâmites a serem seguidos diante da existência do Plano Nacional de Imunização.

 

Ana Pimentel se comprometeu a interpelar o Governo do Estado no sentido de viabilizar a inclusão dos jornalistas na vacinação prioritária em toda Minas Gerais. Durante a reunião, foi feito um cálculo aproximado pelo Sindicato de que cerca de 150 jornalistas estão ativos no mercado local e poderiam receber as doses. Em caso de atendimento à reivindicação, a Prefeitura deve definir balizas para identificar o profissional da ativa, definindo a necessidade de apresentação de documentos como registro profissional, comprovante de vínculo empregatício na área e registro de filiação ao Sindicato.

 

O encontro com a secretária em Juiz de Fora foi realizado na mesma semana em que acontece o movimento nacional pela vacinação dos jornalistas, liderado pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). A profissão foi considerada essencial desde o início da pandemia no país, em março de 2020, sem haver, no entanto, inclusão dos trabalhadores na lista prioritária da imunização.

 

De acordo com dados levantados pela Fenaj, 155 mortes de jornalistas por covid-19 foram registradas este ano, até 2 de junho, o que representa a média de uma morte a cada dia. Um aumento de 277% na média mensal de mortes no comparativo com o ano passado. Estes dados fazem parte do Dossiê de Jornalistas Vitimados pela Covid.

 

Presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Juiz de Fora, Renato Salles destaca que desde o início da pandemia a categoria está entre aquelas que seguiram em campo. “Independentemente do cenário, os jornalistas permanecem trabalhando para manter a população informada, algo tão necessário em meio à atual crise sanitária e em um cenário em que o negacionismo e as fake news trabalham pela disseminação do vírus e da Covid-19.” Renato ainda ressalta que o pedido é feito após a campanha municipal de vacinação já ter contemplado o início da imunização da população mais idosa, acima dos 60 anos, e também de toda população com comorbidades e deficiência com idade acima de 18 anos.

Telegram do Sindicato dos Jornalistas de Juiz de Fora

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Juiz de Fora criou um grupo no Telegram para todos profissionais de comunicação do município. O canal é mais uma alternativa para os jornalistas se informarem sobre as questões envolvendo a categoria.  Os participantes poderão participar dar sugestões e realizar consultas sobre projetos e ações do sindicato.

 

Para ingressar no grupo, basta clicar AQUI

Abaixo-assinado digital pela vacinação de jornalistas contra a Covid-19

Em busca de ampliar o movimento pela vacinação de jornalistas contra a Covid-19, a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ lançou, na sexta-feira, 21 de maio, abaixo-assinado digital pela imunização da categoria.

 

Estudo da FENAJ mostra que o Brasil é o país com maior número de mortes de jornalistas em decorrência da Covid-19. Até março deste ano, foram 86 vítimas, percentual 8,6% maior que no total de 2020.

Leia mais

FENAJ lança e-book “O impacto das plataformas digitais no jornalismo”

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) lançou o e-book “O impacto das plataformas digitais no Jornalismo”. Fruto do trabalho de jornalistas e pesquisadores de diferentes áreas, com o apoio da Fundação Friedrich Ebert, a publicação reúne artigos que tratam do impacto político, econômico e cultural das mega corporações mundiais da internet no ecossistema jornalístico brasileiro, notadamente, das plataformas digitais de negócios e de redes sociais.

 

O livro tem o objetivo de traçar, de forma interdisciplinar, ao longo de sete capítulos, o retrato de como a internet está estruturada no país, seu impacto na contemporaneidade, as consequências da sua presença na sociedade e, especialmente, seu reflexo no jornalismo. A organização é do diretor de Relações Institucionais da FENAJ, José Augusto Camargo.

Leia mais

Podcast Gente de Casa conversa com jornalistas esportivos

O “Gente de Casa” desta semana entra em campo para discutir o futebol da Zona da Mata no Módulo 2 do Campeonato Mineiro. Para saber como andam os preparativos de Tupi, Tupynambás, Aymorés (Ubá) e Nacional (Muriaé), conversamos com três jornalistas esportivos: Bruno Kaehler, editor de esportes da Tribuna de Minas, Márcio Santos, repórter com passagens pela Rádio Itatiaia, CBN e Solar, e Christiano Jilvan, do blog De Veneta.

 

O trio faz um resumo sobre as 12 equipes que disputam duas vagas para a elite de futebol mineiro. Como não poderia ser diferente, as quatro equipes da região concentram boa parte da conversa. O mesmo, no entanto, não acontece em relação às apostas quanto à possibilidade de chegar à final. Nesse caso, apenas um dos nossos times é unanimidade.

 

E mais: Bruno, Márcio e Christiano comentam a busca dos times por jovens revelações e o porquê as transferências de talentos locais para grandes equipes pouco impactam nas finanças dos clubes de origem.

 

A resenha foi gravada por meio de plataformas digitais e durou pouco mais de uma hora. Com certeza, se fosse num boteco, tinha fôlego e assunto para umas quatro horas.

 

GENTE DE CASA, um podcast da Casa do Jornalista
Apresentação Ricardo Miranda / Edição Leonardo Costa

Para ouvir o primeiro episódio clique AQUI